EMPRESA

A Leiloeira Domus Legis, Lda. foi fundada em 25-10-2007 e no desempenho da sua actividade tem-se distinguido no seu sector por ser uma conceituada e conhecida agência de leilões.

Caracterizada por uma postura séria, que lhe tem merecido reputação nesta área, é uma garantia de rigor, seriedade e competência, atributos também sustentados numa exigente organização e no nível de especialização dos recursos humanos.

Curriculum Vitae

A Leiloeira Domus Legis, Lda. foi fundada em 2007 e no desempenho da sua actividade tem-se distinguido no sector por ser uma conceituada e conhecida agência de leilões.


Detém uma equipa com uma longa e vasta experiência em vendas judiciais, extrajudiciais, particulares, resultantes de processos de insolvência e encarrega-se da organização de leilões de bens móveis (todo o tipo de equipamentos) e imóveis, no próprio local ou em salões de exposição e pregão, nomeadamente em Hotéis.


Caracterizada por uma postura de rigor e seriedade, que lhe tem merecido reputação nesta área, é uma garantia de rigor, seriedade e competência, atributos também sustentados numa exigente organização e no nível de especialização dos recursos humanos.


A Domus Legis, Lda. propõe-se a coadjuvar na venda extrajudicial por negociação particular com recurso a Leilão ou recepção de propostas em carta fechada dos bens constantes nos autos de apreensão dos processos de insolvência, actividade que é desempenhada em todo o país (continente e ilhas).


No desempenho da sua actividade, é frequentemente solicitada para intervir na investigação dos bens, consulta dos processos pendentes no tribunal em nome dos insolventes, na recolha de elementos nas finanças e conservatórias, elaboração dos respectivos autos de apreensão, preparação de requerimentos para fins diversos, apresentação dos registos em nome da massa insolvente e é assessorada por um gabinete externo de avaliações dos bens imóveis, sendo a remuneração dessas avaliações, reportada ou à data da respectiva avaliação ou em momento ulterior, dependente da capacidade financeira da massa insolvente.


E em particular dá suporte legal na venda de bens imóveis e móveis, podendo a respectiva comissão variar numa margem percentual de 3 a 5% nos bens imóveis e 8 a 10% nos bens móveis, sendo a sua comissão debitada em exclusivo ao comprador, também diligencia na publicação de anúncios nos jornais de tiragem nacional e regional, que são enviados por via fax ou email para todos os clientes, publicita os anúncios no site da sociedade, www.domuslegislda.com e no facebook. A promoção da venda e os custos da publicidade são da inteira responsabilidade da apresentante.


Destacaremos, a título de amostragem alguns processos de insolvência com intervenção da Leiloeira Domus Legis, Lda., e que se destacam pela complexidade e requisitos de competência técnica:

  • Insolvência de Mecoin – Indústria de Componentes Metálicos, S.A Processo n.º 578/07.8 TBTND 1º Juízo – Tribunal Judicial de Tondela;
  • Insolvência de Ernesto Sousa Ribeiro, Lda. - Processo n.º 556/07.7 TYVNG 3º Juízo -Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia;
  • Insolvência de Irmãos Batista, Lda. - Processo n.º 645/06.5 TYLSB 3º Juízo - Tribunal do Comércio de Lisboa;
  • Insolvente Tipografia Papelaria Macarlo, Lda. - Processo de Insolvência n.º 1013/07.7 TYLSB – 4º Juízo - Tribunal do Comércio de Lisboa;
  • Insolvência de Agito – Fundição de Águeda, Lda. - Processo n.º 80/07.8 TBAGD 3º Juízo – Tribunal Judicial de Águeda;
  • Insolvência Pinheiro da Rocha & C.ª Lda. - Processo n.º 2998/07.9TBSTS - 1º Juízo Cível – Tribunal Judicial de Santo Tirso;
  • Insolvência de Hemapali – Montagem Eléctricas - Processo n.º 2902/07TBFIG -Tribunal Judicial da Figueira da Foz;
  • Insolvência de C.B.N. Moldes, Lda. - Processo nº 617/08.5 TBOAZ – 1º Juízo Cível -Tribunal Judicial de Oliveira de Azeméis;
  • Insolvência de Isidro Elias – Plásticos, Lda. - Processo nº 695/08.7TBBNV - 2º Juízo -Tribunal Judicial de Benavente
  • Insolvência de Lumel – Lusa Mecânica de Coimbra, Lda. – Processo n.º 2343/08.6TJCBR – 5.ºJuízo Cível – Juízos Cíveis de Coimbra
  • Insolvência de Cisdouro – Construções & Obras Públicas, S.A. – Processo n.º 1397/08.0TBBGC – 1.º Juízo – Tribunal Judicial de Bragança
  • Insolvência de Vasco A. Guerra, Lda. – Processo n.º 166/10.1 TBVIS – 1º Juízo Cível - Tribunal Judicial de Viseu
  • Insolvência de Intercotas – Sociedade de Construções, Lda. – Processo n.º 166504/08.7 TBAMR – Secção Única - Tribunal Judicial de Amares
  • GRUPO MESQUITA
  • Insolvência de Alberto Martins de Mesquita e Filhos, S.A. – Processo n.º 113/10.0TYVNG – 3º Juízo - Tribunal do Comércio de V. N. Gaia
  • Insolvência de Amestlog – Serviços de Logística, S.A. – Processo n.º 436/10.9TYVNG – 3º Juízo - Tribunal do Comércio de V. N. Gaia
  • Insolvência de Endorecursos – Ambiente e Energia, S.A. – Processo n.º 523/10.3TYVNG – 3º Juízo - Tribunal do Comércio de V. N. Gaia
  • Insolvência de Alberto Martins de Mesquita – Construções Insulares, S.A. – Processo n.º 1016/10.4TBSCR – 2º Juízo - Tribunal da Comarca Santa Cruz
  • Insolvência de Socotra – Sociedade de Construção, Lda. – Processo n.º 481/10.4 TYLSB – 2º Juízo - Tribunal do Comércio de Lisboa
  • Insolvência de Egran – Empresa de Granitos, S.A. – Processo n.º 15/07.8TBLSA – Secção Única - Tribunal Judicial da Lousã
  • Insolvência de Evasion, Manufactura de Calçado, Limitada – Processo n.º 500/09.7 TBSCD – 1º Juízo - Tribunal da Comarca de Santa Comba Dão
  • Insolvência de Toichaves – Comércio Automóvel, Lda. – Processo n.º 964/09.9 TBCHV – 1º Juízo - Tribunal Judicial de Chaves
  • Insolvência de Montic, Montagens Industriais do Centro, Lda. – Processo n.º 2736/09.1 TBFIG – 3º Juízo - Tribunal Judicial da Figueira da Foz
  • Insolvência de Habipro – Construção Civil, S.A. – Processo n.º 2249/09.1TBLLE – 3º Juízo Cível - Tribunal Judicial de Loulé
  • Insolvência de Biquimar – Indústria de Mármores, Lda. – Processo n.º 374/09.8 TBVVC – Secção Única - Tribunal Judicial de Vila Viçosa
  • Insolvência de Condop – Construções e Obras públicas, S.A. – Processo n.º 2825/07.7 TJCBR – 3º Juízo Cível - Juízos Cíveis de Coimbra
  • Insolvência de Maconde Confecções II – Comércio e Indústria, S.A. – Processo n.º 6320/07.6 TBBRG – 2º Juízo Cível - Tribunal da Comarca de Braga
  • Insolvência de Casa Agrícola João e António Pombo, S. A. – Processo n.º 98/09.6T BPRL – Secção Única - Tribunal Judicial de Portel
  • Insolvência de Euroliva – Azeites e Óleos Alimentares, S.A. – Processo n.º 98/09.6T BPRL – 1º Juízo - Tribunal da Comarca de Portalegre
  • Insolvência de Viagens Marsans Lusitana, S.A. – Processo n.º 941/10.7TYLSB – 3º Juízo - Tribunal do Comércio de Lisboa
  • Insolvência de Sardinha & Leite S.A. Madeira e derivados – Processo n.º 1113/11.9TYLSB – 4.º juízo – Tribunal do Comércio de Lisboa
  • Insolvência de Masterbiju, S.A. - Processo n.º 1690/12.7T2AVR - Juízo do Comércio de Aveiro - Comarca do Baixo Vouga
  • Insolvência de Garagem Central de Penafiel, S.A. - Processo n.º 2140/11.1TBPNF - 4º Juízo - Tribunal Judicial de Penafiel
  • Insolvência de SAIP – Sociedade Alentejana de Investimento e Promoção, S.A. - Processo n.º 245/12.0TBRMZ - Secção Única - Tribunal Judicial de Reguengos de Monsaraz.
  • Insolvência de Monte das Areias – Gestão e Cinegética e Turística, S.A. - Processo n.º 246/12.9TBRMZ - Secção Única - Tribunal Judicial de Reguengos de Monsaraz
  • Insolvência de Cimembrita, Transportes, Lda. - Processo n.º 250/12.7TYLSB - 2º Juízo - Tribunal do Comércio de Lisboa
  • Insolvência de Real Portas – Fabrico de Portas Metálicas, Lda. - Processo n.º 1076/12.3TBVRL - 2º Juízo - Tribunal Judicial de Vila Real
  • Insolvência de Sobralgurtes – Centro de Distribuição Alimentar do Oeste, Lda. - Processo n.º 414/12.3TYLSB - 1º Juízo - Tribunal Judicial de Torres Novas
  • Insolvência de Sociedade Panificadora do Levante, Lda. - Processo n.º 471/13.5TYLSB - 2º Juízo - Tribunal do Comércio de Lisboa
  • Insolvência de TECNIGER – Sociedade Técnica de Construções e Comércio, S.A. - Processo n.º 9627/12.7T2SNT - 1º Juízo - Tribunal do Comércio de Lisboa
  • Insolvência de A Invicta Marmorista, Lda. - Processo n.º 285/13.2TBPRD - 1º Juízo - Tribunal Judicial do Peso da Régua
  • Insolvência de Tuareia, Lda. - Processo n.º 501/12.8TBMDL - 2º Juízo - Tribunal Judicial de Mirandela
  • Insolvência de Empreendimentos Imobiliários de Conceição Gomes & Ferreira, S.A. - Processo n.º 126/10.2TBACB - 1º Juízo - Tribunal Judicial de Alcobaça
  • Insolvência de Kobões – Variações e Actividades Imobiliárias, Lda. - Processo n.º 2103/11.7T2AVR - Comarca do Baixo Vouga, Aveiro – Juízo do Comércio
  • Insolvência de Belchior & Villaverde – Actividades Hoteleiras, Lda. - Processo n.º 2294/12.0TYLSB - 4º Juízo - Tribunal do Comércio de Lisboa
  • Insolvência de Cadimotor – Comércio de Peças Auto, Lda. - Processo n.º 690/10.6TYLSB - 3º Juízo - Tribunal do Comércio de Lisboa
  • Insolvência de CRT – Companhia Rodoviária de Transportes, Lda. - Processo n.º 2053/13.2TYLSB - 2º Juízo - Tribunal do Comércio de Lisboa
  • Insolvência de Carnes Pinto – Comércio e Industria de Carnes, Lda.- Processo n.º 305/13.0TBRDD - Secção Única - Tribunal Judicial do Redondo
  • Insolvência de MAISMETAL Metalomecânica, Lda. - Processo n.º 76/14.3TYVNG - 1º Juízo - Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia
  • Insolvência de GPN – Granitos e Pavimentações do Norte, Lda. - Processo n.º 239/09.3TBVPA - Secção Única - Tribunal Judicial de Vila Pouca de Aguiar
  • Insolvência de Delfaber – Armazém de Ferro, S.A. - Processo n.º 1474/12.2TBVIS - 1º Juízo Cível - Tribunal Judicial de Viseu
  • Insolvência de Blindabem – Manuel Ferreira da Silva, Lda. - Processo n.º 694/14.0 TBOAZ - 3º Juízo Cível - Tribunal Judicial de Oliveira de Azeméis
  • Insolvência de PORTISILVA, CARPINTARIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E PORTAS EM KIT, LDA. - Processo n.º 68/13.0TBSTR - 2.º Juízo Cível - Tribunal Judicial de Santarém
  • Insolvência de METALMO INDÚSTRIA METALÚRGICA LDA. - Processo n.º 457/14.2TBLSD - 1.º Juízo - Tribunal Judicial de Lousada
  • Insolvência de RUI RIBEIRO – CONSTRUÇÕES, S.A. - processo n.º 355/12.4TYLSB - Sintra – Juízo do Comércio da Comarca da Grande Lisboa - Noroeste

Processos como os referidos, requerem a conjugação de várias capacidades na resolução de problemas que ocorrem no desenrolar da vida dos processos de insolvência, nomeadamente na esfera dos conflitos jurídicos e burocráticos.

A sua experiência em situações relacionadas com o foro fiscal e legal, fazem da Domus Legis, Lda um activo e eficiente consultor para entidades públicas, privadas, colectivas e individuais. Não descuramos a actualização técnica e profissional dispondo de um quadro administrativo ao nível do ensino superior, e adequada formação (contabilidade, gestão, economia e jurídica), Dai que o auxílio, no foro jurídico, não comporte custo associado.

Qualquer entidade ou pessoa pode recorrer a estes serviços. As entidades que mais regularmente o solicitam são os Administradores da Insolvência, Massas falidas / Massas Insolventes, Tribunais, Repartições de Finanças, Bancos, Locadoras, Solicitadores de Execução, Advogados, Entidades Públicas, Entidades Privadas.

A Domus Legis, Lda. tem uma base de dados com cerca de 20.000 registos, referentes a diligências de venda e afins em processos de insolvências.

Considera haver vantagem na venda através de leilão, por ser a forma mais eficaz, rápida, económica e transparente.

Legislação

O C.I.R.E. de 18 de Março de 2004 bem como as suas actualizações legais, poderão ser consultados nesta página.

Caso pretenda enviar a sua dúvida ou outra questão para geral@domuslegislda.com

, teremos muito gosto em responder.


Download C.I.R.E